Não tenho filosofia. Eu tenho poesia

Qualidade de vida


Qualidade de vida é poder acordar de manhã e ouvir os pássaros cantando.
Respirar o ar puro e olhar as árvores balançando lentamente.
Abrir a janela para o verde enquanto o bafo frio e sereno do dia que nasce vem nos saudar.
            Os gatos sonolentos espreguiçam-se abrindo os olhos devagar...
            Os cavalos estão relinchando nas baias...
            Os cachorros fazendo festa...
Qualidade de vida é esticar os braços na direção do céu azul
E sentir a atmosfera enchendo os pulmões
O sol quente vem surgindo atrás do morro
Revelando aos nossos olhos as cores de um dia claro.
            Ver as criaturas vivas, não estamos sozinhos no mundo
            Perceber que a vida vai além dos nossos olhos,
            Dos nossos sentidos, da nossa compreensão
            Poder sentir a paz de um dia comum

Poder desfrutar da grandiosidade da natureza
Desfrutar
            Da sombra das árvores
            Do canto dos pássaros
            Da companhia dos animais
            De um beijo sincero

Desfrutar
            Do próprio corpo respirando
            Do coração batendo dentro do peito
            Do milagre de acordar mais um dia
            De poder ver, ouvir, cheirar, sentir
E não precisar querer entender o por quê de todas as coisas...

Qualidade de vida
É criar a felicidade para si mesmo a partir das coisas mais simples
Ter a certeza de somos capazes de realizar todos os sonhos
E de que o impossível é uma limitação a que nos impusemos
            Que nem uma ciência exata é capaz de retirar a beleza dos seres
            A beleza perfeita da Lua, de uma borboleta ou de um ser humano
            Acreditar num mundo melhor, porque o pior inferno
Não são os outros, somos nós mesmos, se estamos infelizes
Se não cremos em nosso próprio pensamento
Se não valorizamos nossas emoções e sentimentos

Quando tudo parecer perdido lembrar-se de respirar fundo...
E começar tudo de novo
A vida é curta demais para se lamentar, bonita demais para não se admirar
Única demais para deixar pra depois.

Qualidade de vida:
Esquecer as dietas, perdoar aos que nos machucaram
Ignorar as palavras ásperas e tudo o que não nos acrescenta em nada
Praticar exercícios, e principalmente exercitar o coração:
            Amar sem limites, apaixonar-se pelas pessoas e por si mesmo, insisto, perdoar
Fazer uma caminhada, ouvir as ondas batendo nas pedras
Beber água de coco bem gelada e tomar um copo de cerveja com os amigos
Não criar mais regras, seguir as já existem, mas nem todas...
Pois nem todas estão corretas
Elayne Amorim

Postar um comentário