Não tenho filosofia. Eu tenho poesia

Cavalos selvagens...



Eu tenho todos os pensamentos
E nenhum.
É difícil fazer um poema...
As emoções são como aqueles cavalos selvagens
Que quando saem em debandada
Ninguém pode controlar.

Assim são os meus pensamentos
Não posso controlar.
E eles saem livres de mim
Peço-lhes desculpas, sei que sou um cárcere.
Mas quando abro as porteiras
Impossível capturá-los...
E são tantos...
Elayne Amorim
Postar um comentário