Não tenho filosofia. Eu tenho poesia

Amores felizes


Não me apartei da poesia
Apenas não mais quis
O seu amor triste
Que de tão triste a gente amava triste
A gente era apenas duas solidões
Que buscavam companhia na companhia um
Do outro.

Não me apartei da poesia
Ultimamente ando a buscar mais alegria
E a colher as flores que plantei em mim um dia.
O amor é o sentimento mais bonito
E é bem por isso que é bom amar
E falar de amor seja na prosa
Ou na poesia.

Não estou para amores tristes
Quero aqueles bem felizes
Que chegam a entorpecer, a cegar
E de tão cegos enxergam o que não se pode olhar
Enxergam o que está bem dentro do coração
Aqueles que de tão únicos até parecem
Clichês.
por Elayne Amorim
Postar um comentário