Não tenho filosofia. Eu tenho poesia

Escrevo quando...




Quando meu mundo desmorona
Escrevo.
Quando meu passado retorna
Escrevo.
Quando a tempestade chega
Escrevo.

Eu escrevo para parar o tempo
E ouvir.
Quando as coisas vão mal, eu paro
Eu escrevo.
Como se toda a realidade pudesse
Ser redefinida.

Quando não posso mudar nada
Escrevo.
Quando falar é proibido
Escrevo.
Para suportar meu desespero
Escrevo.

Quando estou apaixonada
Escrevo.
Quando preciso me acalmar
Escrevo.
Como se desse volta ao mundo inteiro
Quando escrevo.

Existe uma crença no poder da palavra
Que se dita
Pode se tornar verdade; por isso mais de cem vezes
Escrevo.
A palavra iniciará outra realidade
Por isso oramos.

Quando estou do avesso
Escrevo.
Quando o que vejo é mais
Que os meus olhos podem suportar
Escrevo.

Eu escrevo para desabafar.
Eu escrevo para inventar.

Escrever é minha forma de orar.
Escrever é minha forma de crer.
por Elayne Amorim
Postar um comentário