Não tenho filosofia. Eu tenho poesia

É fácil viver...



Ter a lucidez dos loucos
A riqueza dos pobres
A visão dos cegos
A criticidade de uma criança
A sabedoria dos inexperientes.

Ser civilizado como os nômades
Jovem como um sexagenário
Amante como um ultrarromântico
Apaixonado como um adolescente
Deslumbrar-se todos os dias diante da mesma janela.

Não é difícil viver.
                                                                Elayne Amorim


Postar um comentário